terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Iraque X Cristãos

Iraque: mais um cristão é assassinado em menos de 24 horas

Ataques à comunidade cristã se intensificam em Mosul
ROMA, terça-feira, 19 de janeiro de 2010 (ZENIT.org).– Menos de 24 horas após o assassinato a tiros de Saadallah Youssif Jorjis, durante a cerimônia de posse do novo arcebispo de Mosul (cfr. ZENIT, 18 de janeiro de 2010), a comunidade cristã iraquiana chora a morte de mais uma vítima. Amjad Hamid Abdullahad, também sírio-católico, de 45 anos, foi morto a tiros por um grupo ainda não identificado.

Segundo testemunhas disseram à agência AsiaNews, o “homicídio foi perpetrado diante das forças de segurança, que observaram todas as fases do ataque, sem interferir”.

Fontes da agência em Mosul disseram que “o governo atribui os ataques a fundamentalistas da Al-Qaeda”, mas que, na verdade, a comunidade cristã estaria sendo vítima “da disputa de poder entre árabes e curdos”.

Abdullahad era proprietário de um pequeno mercado de alimentos no norte de Mosul. Foi morto em frente à sua casa, quando saía para trabalhar.

Um católico de Mosul disse que “a tática é assassinar os cristãos, porque os meios de comunicação não se manifestam”.

De acordo com fontes da AsiaNews, os cristãos estão “vivendo em pânico”, e já se inicia uma fuga da cidade. “Estes ataques não estão ligados a criminosos comuns, mas sim a planos políticos muito precisos”, aos quais o governo não se contrapõe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário