quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Bento XVI: cristãos devem ser reflexo do amor de Deus

Em uma mensagem aos católicos argentinos para a coleta nacional “Mais por Menos”
BUENOS AIRES, quinta-feira, 26 de agosto de 2010 (ZENIT.org) - Os cristãos estão chamados a "amar a todos com o mesmo amor com que Deus nos ama, manifestando assim que a caridade deve ser o sinal distintivo da sua vida".



Esta é a mensagem de Bento XVI aos fiéis argentinos por ocasião da coleta nacional "Mais por Menos", que chega este ano à sua 44ª edição. A carta foi enviada por meio do secretário de Estado, cardeal Tarcisio Bertone, e publicada no L'Osservatore Romano.



O Papa convida os católicos do país a participarem com generosidade da iniciativa, uma grande "obra que busca ajudar os menos favorecidos e pedir a solidariedade".



O Pontífice exorta os crentes a "cultivarem cada dia a escuta da Palavra divina, a oração perseverante, a participação assídua nos sacramentos e a união fraterna, como alimento de uma caridade cada vez mais intensa e para dar vida nova aos valores universais da convivência humana".



A coleta "Mais por Menos" é promovida pela comissão episcopal para a ajuda às regiões mais carentes da Argentina.



A edição deste ano está centrada no tema "Construiremos uma história sem excluídos" e será realizada nos dias 11 e 12 de setembro, em todas as paróquias do país.



Os fundos recolhidos na campanha serão distribuídos entre 25 dioceses especialmente necessitadas, subdivididas em 5 níveis de prioridade, nos quais se concentram as intervenções de ajuda a favor da infância.



Em concreto, o dinheiro se destina à construção de alojamentos e refeitórios comunitários, e a favorecer a abertura de pequenas empresas que possam oferecer oportunidades de emprego aos jovens.



Segundo explica L'Osservatore Romano, o bispo de Goya e membro da comissão revelou que a campanha do ano passado registrou um aumento de 35% com relação à do ano anterior. Foi arrecadado 1,7 milhão de euros, depois distribuído entre as 25 dioceses em dificuldade.



"A coleta ‘Mais por Menos' - destacou o prelado - não é a solução para a pobreza; é um bom meio para ir diminuindo a distância entre a realidade e este desafio histórico; meio concreto, eficaz, ao alcance de todos."



Outra iniciativa caritativa promovida pela Igreja na Argentina, que o próprio Papa apoiou, foi o Dia Nacional da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária, realizada no domingo, 22 de agosto, em todas as igrejas do país.



O Dia esteve inserido no mês missionário, dirigido a sensibilizar os jovens e crianças na solidariedade frente aos seus contemporâneos mais carentes. O tema escolhido para este ano foi "Por Asia y el mundo entero, cada día misioneros".



Para a ocasião, Bento XVI enviou uma mensagem com o desejo de "que o dia de oração e reflexão contribua eficazmente para a renovação da fé e da vida cristã, de maneira que o zelo missionário, especialmente nos jovens e nas crianças, floresça no âmbito da diocese e desperte no coração de cada membro das igrejas locais o desejo de compartilhar a missão perene, que Cristo confiou à Igreja, de anunciar o Evangelho ao mundo inteiro".

Nenhum comentário:

Postar um comentário