quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Partilhar a vida.

O mundo finge não querer aceitar que passamos essa vida partilhando. Somos seres em relação, de relação, para relação. Entretanto, somos cada dia levados ou, porque não dizer, forçados ao puro egoísmo. O outro!? Bom, o outro é um detalhe, que em alguns momentos é importante e noutro é um atrapalho. Mas, realmente é assim mesmo a vida. Na dinâmica cotidiana percebemos nitidamente que não é assim. Acho que poderíamos substituir o termo "dependência" por "PARTILHA". Que tal?! Não sou dependente, mas vivo em partilha. Recebo e dou ao mesmo tempo. Diz o hino de São Francisco: pois é dando que se recebe. Em outras palavras vivemos numa mútua partilha. E partilhar nos faz crescer a todos. Como seria bom se os homens e mulheres fossem aprofundando ainda mais o verbo "partilhar". Assim, talvez, aprendessem a partilhar a vida ainda mais e mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário