sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Artigo interessante do Padre Zezinho...leiam

05/11/2010


PROFUNDOS E ENVOLVENTES





Procuram-se pregadores, locutores e apresentadores profundos, dinâmicos, envolventes. Eles já existem, mas precisamos de alguns milhares. Não precisam ser doutores, nem gênios da comunicação, mas espera-se que gostem de livros. Mais do que isso: precisam gostar de livros profundos e ricos de informação e catequese e não apenas de livros de testemunho de vida!



Procuram-se pregadores e locutores que leiam muito e tenham sede de saber. Tenham cultura razoável para passar informações seguras aos seus ouvintes e telespectadores. Leiam muitos livros do seu movimento e muitos livros de outros movimentos da Igreja. Leiam os grandes teólogos da Igreja e não apenas os da sua corrente de espiritualidade. Conheçam História, Teologia, Filosofia, Sociologia, Pedagogia, Psicologia, Antropologia...Com, ou sem diploma ou título, conheçam os livros mais indicados pelos estudiosos da fé.



Procuram-se pregadores, locutores e animadores católicos que não se repitam demais. Não falem quase nunca de si mesmos e falem pouco de sua família. Há outros santos na Igreja! Falem muito mais dos santos, dos mártires e dos que marcaram a História da Igreja.



Espera-se deles que conheçam pelo menos 30 documentos da Igreja, os principais, e passem a informação ao seu público. Fujam de elogios, bajulações, prêmios, chaves da cidade e títulos honoríficos. Se aceitarem, seja sob orientação de seus colegas e superiores. Seus sermões ou programas sejam dinâmicos. Que o povo perceba que não pararam de ler!



Não digam, amanhã, as mesmas coisas do jeito que disseram hoje, ontem, ou há cinco anos. Haja novidade no seu discurso, porque material existe para cem anos, se o quiserem. Ao invés de falar de si, gastem mais tempo lendo páginas interessantes de algum livro.



Valorizem os irmãos especialistas, cujos escritos aprofundam a cultura católica. Transmitam a vasta riqueza espiritual da nossa Igreja: de toda a Igreja e não apenas de seu grupo! Gravem e revejam o que disseram nos últimos meses. Assim saberão se são repetitivos demais e se, de fato, prepararam sua comunicação. Verão, então, se não improvisam demais e se vão para o trabalho com ou sem bagagem e lastro.



Quantos livros leram no último ano? Que documentos estudaram? A quem convidaram? Procuram-se apresentadores e apresentadoras, animadores e animadoras que estudam! Não é que não existam! É que infelizmente, não são muitos... A estante deles os trai! Corrijam-me se, por acaso, carreguei nas tintas! Falta leitura a milhares de comunicadores da fé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário